Votem na sondagem!

Minha gente linda, eu queria saber o que acham do blog, votem lá ;)

Haters são MUITO mal-vindos.

Este blog...?

AVISO (ler sff)

Eu não plagio, TUDO o que é de outras pessoas está entre aspas ou devidamete identificado, se por alguma razão não estiver identificada uma frase ou texto, tenham a gentileza de avisar e a situação será devidamente resolvida. Eu ODEIO as pessoas que dizem que seguem e que depois não seguem, se não gostam apenas não digam que vão seguir quando não têm intenções de o fazer. Falsidades e hipócrisias à parte, por favor. Liberdade de escolha é o que não falta no mundo por isso, não gostam não seguem. MUITO OBRIGADA a quem segue, aconselha, lê e opina! Muito obrigada mesmo! ◕ ◡ ◕

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Learn to fuck it (II)

   Estávamos na porta do prédio dele, ele abriu a porta e chamou o elevador.
- Diogo eu preciso de ajuda, eu já não quero mais esta vida… Se ele não quer saber de mim porque hei-de eu querer saber dele? Tira-me deste filme por favor.
- As férias estão quase aí, eu vou passa-las à terra dos meus avós, porque não vens comigo? Ao menos tiravas a cabeça deste assunto do Samuel.
- Boa ideia, obrigada, hoje não posso ir mais à faculdade, eu sei que o Samuel vai lá estar à minha espera, vamos almoçar a algum sítio.
   Almoçamos num restaurante no fim da rua, depois fomos para casa e passamos a tarde a jogar playstation, as horas voaram, sem dar-mos conta. Já eram dez da noite, era hora de ir para casa. Ele levou-me.
   Às 4 da manhã quando recebo uma chamada do Samuel. Estava bêbedo, e rodeado de risinhos de raparigas.
- Vê sua idiota, vê o que perdeste, eu sou o melhor que alguma vez irás ter sua vaca, andas metida com o cabrão do Diogo não é sua porca? Eu já sabia, mal te vi, soube logo que eras uma vaca, que andavas com todos…
   Desliguei a chamada, já não aguentava mais ouvir aquilo, começaram a escorrer-me lágrimas pelo rosto, só me apetecia gritar. Porque será que ele não vê que eu só o amo a ele? Porque é que ele inventa estas história idiotas e sem qualquer nexo? Isto não é vida, tinha de acabar com isto. Mas fujo dele, ou confronto-o? Os pensamentos pairavam sobre mim como nuvens de fumo preto que eram inconclusivas e me deixavam cada vez pior, depois de algum tempo já não tinha mais lágrimas para deixar escorrer.
   O telemóvel voltou a tocar, era o Samuel. Rejeitei a chamada e de seguida desliguei o telemóvel, fechei as persianas do estore e dormi.


13 comentários:

MaM@tias disse...

Gostei. Vamos la ver como é que a Lisa enfrenta esta história ;)

Continua :)

MaM@tias disse...

:D

Skinny Love disse...

:c é horrível quando as pessoas de fora começam a meter o nariz em assuntos pessoais, as pessoas deviam ter vergonha de andar a espicaçar um rapaz com namorada, é rídiculo. I've been there, i know it's hard but be strong :)
vim só deixar um random beijinho, achei que precisavas * Monstros no Armário

Rita Farinha disse...

Gostei, vou seguir

Seek Happiness (I give up)❤ disse...

obrigada , o teu blog está espectacular :b
também já sigo

Rita Farinha disse...

Obrigada eu

ritinha. disse...

é lixado :s
gostei muito do texto *

• cláudiasofiagomes disse...

ainda bem que gostaste querida!

chiara. disse...

obrigada *
vai ter continuação não vai? :)

chiara. disse...

ainda bem. :)

Hayley Nya* disse...

Olá! Não sabia que estavas a escrever uma história! É o que faz andar a leste daqui! Embora goste muito do nome Samuel esse Samuel desiludiu-me! Estou a gostar, tenho pena da Lisa por ter de ouvir os impropérios do Samuel... Espero a continuação! :D um beijinho!

Biia Santos disse...

Já te mandei o convite irás recebe-lo no teu mail (:
O teu comentário foi eliminado*
beijinhos

Margaridaa'#Silvaa disse...

Adoro & sigoo
Continua, tens muito geitoo :)