Votem na sondagem!

Minha gente linda, eu queria saber o que acham do blog, votem lá ;)

Haters são MUITO mal-vindos.

Este blog...?

AVISO (ler sff)

Eu não plagio, TUDO o que é de outras pessoas está entre aspas ou devidamete identificado, se por alguma razão não estiver identificada uma frase ou texto, tenham a gentileza de avisar e a situação será devidamente resolvida. Eu ODEIO as pessoas que dizem que seguem e que depois não seguem, se não gostam apenas não digam que vão seguir quando não têm intenções de o fazer. Falsidades e hipócrisias à parte, por favor. Liberdade de escolha é o que não falta no mundo por isso, não gostam não seguem. MUITO OBRIGADA a quem segue, aconselha, lê e opina! Muito obrigada mesmo! ◕ ◡ ◕

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Cenas maradas dão boas histórias I

(E aqui apresento-vos a primeira história do desafio lançado por mim, 
espero que esteja do vosso agrado, conto, como sempre, com as vossas criticas!
Obrigada!)

(...)
- Ariana, vamos para a tua casa na hora de almoço? – Questiona Liliana.
- Bora’ ! O que vamos fazer?
- O que é que achas? – Em tom irónico.
- Ahahah sabes muito!
- O que é que vocês já estão a inventar? - Pergunta a curte de ariana, Tiago.
- Nada, nada amorzinho, vamos almoçar a minha casa?
- Pode ser, por mim é na boa, vou convidar o Miguel.
- Está bem, vamos os 4, a minha mãe ontem fez lasanha, comemos isso.
(…)
No comboio…
- Épa deixem-se lá de melanços, fogo – diz o Miguel.
- Cala-te tens é inveja da feia oh tanso, arranja masé uma namoradinha – responde Ariana.
(…)
Em casa…
- Miguel, Tiago larguem lá a PS3 oh viciados, venham aquecer a comida – grita a Liliana.
Eles chegam à cozinha passados 5 minutos e perguntam-lhes porque é que não aquecem elas.
- Nós… temos coisas, coisas importantes para resolver… quer dizer, aqueçam, que já voltamos – Diz Ariana.
- Quero ver, vê lá o que fazes ariana, já sabes que eu não gosto dessas merdas – diz Tiago.
- Sim querido – saindo pela porta da cozinha grita já cá fora – hoje é festa! Ahahah
(…)
- Tenho uma garrafa de vodka preta cheia e meia de malibu guardadas debaixo da cama, vamos lá buscar…
- Ai Ariana, como eu gosto da tua cama, especialmente o que está debaixo dela, ou seja o pó! ahahah
- Sei bem que sim, Liliana, sei que adoras, então compraste cigarros?
- ÓBVIO!
Meia hora  minutos depois os rapazes chamam-nas e elas começam a gritar.
- AMOR, ÉS BOM VEM CÁ AO QUARTO, QUE EU NÃO ME CONSIGO LEVANTAR! – Grita Ariana.
- OH MIGUELINHO, VEM-ME CÁ BUSCAR! – Grita Liliana.
- TÃO BEBEDAS? NÃO ACREDITO ARIANA! – Grita Tiago da cozinha e vai a correr até ao quarto, Miguel segue-o.
- Sim amor, ‘tou um bocadinho entornada, sabes, ficas tão lindo zangadinho, deixaste-me com a maluca da Liliana, o que é que esperavas? Anda cá dá-me um beijinho – diz Ariana.
- Cala-te cheiras a álcool.
Liliana está deitada no chão a curtir a moca quando os rapazes lhe fazem um moche, e Ariana vê, sentada na cama e desata a rir e a gritar “MOCHÉÉ!!!” Depois disto a Liliana propõe irem fumar um cigarro à janela da cozinha.
- Vamos voltar para a PS3 – diz Miguel.
Em vez de um cigarro foi metade do maço, acompanhados de uma mistura estranha de whisky, vodka normal, vodka preta, malibu e licor beirão.
(…)
Já nem se levantavam do chão, chegou o tiago, e a ariana e ele começaram a curtir, deixando Liliana desconfortável e então decidiu ir jogar com o Miguel para o quarto.
(…)
Já tinham faltado à primeira aula da tarde, e os rapazes, que estavam conscientes, decidiram arrastar as raparigas para a escola.
Chegaram os 4 à paragem, e de repente Liliana diz que tem de ir à casa de banho.
- Não podes ir agora, que o autocarro está a chegar – diz Ariana.
- ‘Tou bué aflita, anda lá comigo, vamos a correr ali aquele café.
Foram, chegaram lá dentro e perguntaram onde era a casa de banho, Liliana entra e passados 5 segundos Ariana já grita “SAI DAÍ OH, OLHA A CHANETE!!”. Liliana apressou-se, saíram as duas a rir, chegaram à paragem a rir, sentaram-se no chão e os aspersores dispararam, molhando-as. Criando ainda mais risota entre as duas. O autocarro chegou 10 minutos depois.
No autocarro para a escola enjoaram, com as voltas. Quando chegaram à sala, as raparigas, que eram de uma turma diferente que os dois rapazes, sentaram-se.
Não conseguiam conter o riso, Ariana ria desalmadamente, e Liliana só lhe dizia para parar mas acabava por se juntar à risota. Como resultado foram para a rua, decidiram sair da escola e foram fumar, mas depois decidiram que lhes apetecia um hambúrguer do mcdonald’s, dirigiram-se então ao Vasco da gama para comer, já não foram mais às aulas e acabaram por comprar mais uma garrafa de vodka preta no pingo doce, que foi a Liliana que pagou, uma vez que tinham feito uma aposta as duas, sobre o ex namorado de Ariana, a qual Ariana tinha ganho. Beberam tudo até ao fim, depois fugiram ao pica porque já não tinham dinheiro para o comboio, chegaram ao pé da escola e decidiram não entrar, foram fumar, era para ver se acordavam, para depois irem para as suas respectivas casas como se nada se tivesse passado.

5 comentários:

• cláudiagomes disse...

só amor por vezes não chega.

Christian disse...

Texto muito bem escrito. Quem nunca passou por experiência semelhante? ahah.
Ainda me deves um texto em coletivo... ;)

Maggie Sousa disse...

claro q sim :)

Daniela disse...

Gostei imenso da maneira como escreves e da forma como expões as ideias, sem contar com a organização do blog, que sem duvida acho muito bom.
Sigo :)

daniela disse...

ADORO o blog e sigo :D '