Votem na sondagem!

Minha gente linda, eu queria saber o que acham do blog, votem lá ;)

Haters são MUITO mal-vindos.

Este blog...?

AVISO (ler sff)

Eu não plagio, TUDO o que é de outras pessoas está entre aspas ou devidamete identificado, se por alguma razão não estiver identificada uma frase ou texto, tenham a gentileza de avisar e a situação será devidamente resolvida. Eu ODEIO as pessoas que dizem que seguem e que depois não seguem, se não gostam apenas não digam que vão seguir quando não têm intenções de o fazer. Falsidades e hipócrisias à parte, por favor. Liberdade de escolha é o que não falta no mundo por isso, não gostam não seguem. MUITO OBRIGADA a quem segue, aconselha, lê e opina! Muito obrigada mesmo! ◕ ◡ ◕

terça-feira, 14 de junho de 2011

Crise existencial

Olá eu sou a Ana Raquel, sou uma adolescente como todas as outras, tenho dilemas com a escola, com amores e com a familia. 
Nem sei bem como começar a escrever este texto, é daquelas vezes em que tenho uma necessidade enorme de escrever mas parece que me esqueci de como fazê-lo... Hoje deparo-me com uma crise existêncial... Enfim... Embora não seja a primeira vez, vou-me sempre a baixo...
O que é que eu vou fazer da minha vida?
Isto? 
Eu não quero isto, eu não quero ser igual aos milhões de pessoas que habitam o planeta terra... Nunca quis, não quero e nunca vou querer! Sempre a mesma coisa. Qual vai ser a minha história? Qual vai ser o legado que vou deixar aos meus netos? Qual vai ser o meu interesse depois de morta? O que ando a fazer neste mundo? A ser igual a todos os outros?? Eu não quero. Para ser sincera não sei aquilo que quero, mas apesar disso existem algumas coisas das quais tenho a certeza.
*Odeio férias, são frustrantes!
*Odeio amar.
*Odeio a primavera, as flores e tudo o que me atiçe as p*tas das alergias que me dão a volta à cabeça...
*Odeio crises existênciais.
*Odeio tanta coisa... Uh
Estou tão confusa. 
"Só sei que nada sei" Platão.
 Amo-te idiota. Odeio-te idiota. (só há um idiota)

Um comentário:

MaM@tias disse...

Afinal, não parece que te esqueces-te ... Esta muito bom, muito expressivo :|